Estudos

A grandeza do homem e sua miséria

A grandeza do homem e sua miséria

A grandeza do homem e sua miséria

E disse Deus: façamos  o homem a

nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves do céus, e sobre

o gado, e sobre a terra,  e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. Gn 1,26

Grandeza da criatura chamado homem.
           Como entender? Faço essa pergunta ao

analisar o contexto humano. Feito a coroa da criação de Deus, e que lhe foi confiado o privilegio de serem

imagem e semelhança do Criador. Podemos entender sua grandeza dentro de um contexto como criatura.  Nem

de perto comparada a grandeza de Deus, que isso fique claro, somos os mais importantes na esfera da criação,

Deus com sua poderosa palavra criou todas as coisas, céus e terra, e essa envolvida na escuridão do abismo o

Todo poderoso pairava sobre ela,  um a um foi criando, apenas dizendo; haja luz e a separou das trevas,

noite e dia foram criados. Haja expansão nas águas e foram criados os céus que vemos envolto a nuvens, disse

ajuntem as águas e foram criados rios, lagos e mares. Produza ervas verde e arvores e que dêem sementes e

assim se foi. Haja luminares na expansão e criados está o sol para governar o dia, e a lua para governar a

noite. Haja peixes no mar, aves no céu, gado, réptil, animais, e feras na terra e viu Deus que era

bom.

Que palavra

poderosa!  Tudo criado conforme sua vontade sem colocar suas mãos, mas, agora faltava alguém para

gerenciar tudo que havia feito, para criar o homem Deus disse desçamos e façamos o homem conforme nossa

imagem e semelhança, com suas próprias mãos e lhe soprou o fôlego de vida nas narinas, não somos meras

obra do acaso, ou de uma mutação fruto de ameba, que durante milhares de anos foram se aperfeiçoando ate

chegar ao um estagio de raciocínio. Temos algo que as plantas  não tem, embora sejam seres vivos, note

que os vegetais  tem o principio da vida, mas não tem raciocínio, os animais tem o principio da vida e

cérebro que é o  centro de raciocínio, todavia são  sensoriais vivem por instinto e o que seus

olhos vêem momentaneamente. Nunca se perguntou o porquê, que um peixe após quase ser fisgado  por um

anzol mesmos que ferido passado alguns segundos ele tenta pegar a mesma isca,  seres com memória

temporal e extintiva, alguns conseguem se lembrar do passado apenas cinco segundos, e o que tem sua memória

mais longa apenas quarenta e oito horas, os animais da mesma forma; exemplo crie um cachorro durante três

anos e se afaste dele por quatro cinco meses e ele não te reconhecera mais, memórias sensoriais e

temporais.

Dentro desses seres

existem apenas coisas terrenas, nascem, vivem e morrem sem ter neles qualquer busca por algo superior,

somente extinto habita neles. Quando criador colocou o homem para governá-los, nos capacitou com algo que

difere entre todas demais criaturas, foi nos dados capacidades de raciocínios, inteligência, sabedoria

e livre arbítrio, conseguimos realizar proezas, fazer descobertas abismáticas,criar, temos conhecimento da

ciência, da arte, da filosofia , quando queremos podemos nos organizar construir coisas belas, a cada dia

conseguimos chegar a lugares que ao longo da historia parecia improvável ou  impossível; como aeronaves,

navios de grandes capacidades e obras de engenharia incríveis, como o aeroporto de Hong Kong considerada um

dos maiores feitos do homem moderno, pela maneira que foi feito, aonde foi construído, e o prazo que foi

construído, com uma tecnologia  capaz de continuar em operação mesmo em momentos de

tempestades,  depois dessa obra abriu-se as portas para que até países fossem feitos em cima dos mares

como Dubai e outros. Realizações da capacidade humana.

 

Miséria da criatura chamada homem.
          O pecado é a definição da miséria humana um

ser capaz de realizar grandes coisas, e estar distante da maior grandeza de todas.  Após a queda do

homem , o  ser que foi criado para ser diferente dos demais ficou com sua comunhão com o criador

comprometida, fazendo-se  necessário o sacrifício perfeito de Cristo para que pudéssemos voltar a ter

comunhão com o criador, mesmo assim vemos que a mente humana  é capaz de maquinar coisas maquiavélicas,

aprendemos, ganhamos conhecimento, a ciência se expandiu, realizamos feitos fabulosos, e nos corrompemos, nos

afastamos de Deus de uma maneira assustadora, estamos sedentos por  coisas passageiras como; dinheiro,

fama, posição social e etc.  Para alcançar isso praticamos os mais improváveis e impensáveis atos,

perdemos valores cruciais como; lealdade, fidelidade, honestidade, sinceridade, transparência e

comprometimento com  palavras empenhadas. E a inversão de valores? É muito natural nos dias atuais que

pais ensinem seus filhos se inspirarem e jogadores de futebol, artistas, políticos, modelos, etc Sendo que a

Bíblia continua dizendo para se inspirarem no carpinteiro de Nazaré. Temos atitude que nos leva a finais

tristes como diz Provérbios, Há caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são caminhos da morte Pv

14,12. Nunca ao longo da historia tivemos tantas guerras, suicídios, assassinato, destruição de famílias por

divorcio, prisões superlotadas indicativo do aumento na criminalidade, epidemias mortais nem bem se descobre

a cura para uma doença e já aparece em seguida outra pior, prostituição, meios de comunicação cada vez mais

depravados, e alienados. Em busca de algo que possa suprir os anseios meramente humanos, crescemos no

conhecimento e abandonamos  quem nos concede o conhecimento, e quando percebemos que a solução é

voltar-se para Deus geralmente o fazemos de modo errado, posso citar aqui as palavras de Agostinho; que o

homem e o seu coração foram criados por Deus e só encontrara paz e descanso no coração de Deus. Sendo assim

todos estão a procura de Deus só que muitos de maneira errada, nem no lugar certo, procuramos aqui em baixo,

mas Ele esta em cima, procuram na terra, Ele esta no céu, procuram longe, Ele esta perto; Buscai ao Senhor

enquanto se pode achar, invocai-o enquanto esta perto Is 54,6. Procuram no dinheiro na aquisição de

propriedades, no poder, na paixão, na fama; e Ele esta no alto e Santo lugar, e também com o contrito e

abatido de coração; Porque assim diz o Alto e o sublime, que abita na eternidade e cujo nome é Santo: Em um

alto e santo  lugar habito e também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos

abatidos e para vivificar o coração dos contritos Is 57,15. Procuram como se tateando, pudessem

encontrar;  para que buscassem ao Senhor, se, porventura, tateando, o pudessem achar, ainda que não esta

longe da cada um de nós; At, 17,27.  O buscam e ao mesmo tempo fogem Dele. Não se interessam em conhecer

seus caminhos, e não podem fazer sem Ele. Sentem atraídos por Ele, mas ao mesmo tempo repelidos por ele.

Alguém pregou um dia dizendo; o homem

anseia pela verdade, mas é falso por natureza, anseia por descanso, mas se envolve em diversões uma após a

outra, anseia por felicidade eterna, mas se agarra a prazeres momentâneos, procura por Deus e se perde com

outras criaturas, é filho nascido em casa, mas prefere as bolotas dos porcos em terra estranha. Abandonou a

fonte de águas vivas para construir cisternas rachadas; Porque o meu povo fez duas maldades: a mim me

deixaram o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas (rachadas) que não retém águas Jr

2,13. É um faminto que sonha que esta comendo e que quando acorda descobre que sua alma esta vazia, é como um

homem sedento que sonha que esta bebendo e quando acorda descobre que esta  com mais sede;  Será

também como o faminto que sonha que está comendo, mas, acordando sente sua alma vazia; ou como o sequioso que

sonha que esta bebendo, mas, acordando, eis que ainda desfalecido se acha, e a sua alma com sede;… Is 29,8

Conclusão
           A ciência ou qualquer outra coisa

nesse mundo não poderá explicar tamanha contradição, ou consegue se explicar a grandeza do homem, ou empurram

o homem ao abismo. Somente a Bíblia, a palavra de Deus conseguirá explicar ambos, com uma simplicidade

incrível.

A miséria humana é achar

que é auto-suficiente, e tentar encontrar em coisas materiais o que só se pode explicar no espiritual.

Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parece loucura; e não podem

entendê-las porque elas se discernem espiritualmente  I Co 2,14.

A grandeza do homem está em

reconhecer a sua miséria e a  imensidão da grandeza, e o Senhorio absoluto de Deus e se render aos seus

pés, confessar que Ele e o Senhor, que tudo é por Ele, foram criado por Ele, e é para um propósito Dele. E

que não passamos de cacos, entre cacos de barro. Que somos barro, e Ele o oleiro. Que somos criatura e Ele o

criador.

 Pb. Rogério Ciescilivski
Pb_rogeriociescli@hotmail.com
041 9623-5297
Fonte; Bíblia Rc
Hermann Bavincki (TEOLOGIA SISTEMATICA)