Estudos

Como o Espírito Santo Produz Amor?

Como o Espírito Santo Produz Amor?

Por que Ele o faz desta maneira?

 

Por John Piper

 

O Espírito Santo é Deus. Ele tem o poder de criar amor em nosso coração da maneira que Lhe agrada. Então, por que o Espírito Santo cria amor tão somente por meio de nossa fé consciente nas promessas de Jesus?


Isto é o que Ele faz. De acordo com Gálatas 5.22, “o fruto do Espírito é: amor”. Por conseguinte, é claro que o Espírito Santo é Aquele que produz amor genuíno em nosso coração. Porém, Gálatas 5:6 diz: “Porque, em Cristo Jesus, nem a circuncisão, nem a incircuncisão têm valor algum, mas a fé que atua pelo amor”. Isso significa, pelo menos, que o amor resulta da fé. A fé “atua pelo amor”.

 

Então, o que está certo? O amor é produzido pelo Espírito Santo (Gálatas 5.22)? Ou é a fé que produz o amor (Gálatas 5.6)?

 

Gálatas 3.5 nos mostra como as duas fontes do amor se harmonizam. Paulo indaga retoricamente: “Aquele, pois, que vos concede o Espírito e que opera milagres entre vós, porventura, o faz pelas obras da lei ou pela pregação da fé?” Em outras palavras, a poderosa obra do Espírito em nosso coração não resulta de obras da lei, e sim de ouvirmos com fé. Assim, a maneira pela qual a fé e o Espírito se combinam para produzir o amor é que o Espírito realiza os seus milagres (incluindo o amor) por meio da fé. Quando exercemos fé, o Espírito Santo está fluindo no canal dessa fé com o poder que produz o amor.

 

Sejamos mais exatos. A Bíblia afirma que o Espírito Santo realiza milagres por meio da “pregação da fé”. Em outras palavras, a fé por meio da qual o Espírito age é a fé em algo que ouvimos; é a fé na Palavra de Deus, o evangelho. Isso significa fé em tudo que Deus promete ser para nós em Cristo. Quando lemos ou ouvimos uma parte da promessa de Deus para nós, em Cristo, e confiamos ou descansamos nessa parte da promessa, e somos satisfeitos por ela, o Espírito Santo está fluindo ao nosso coração e o amor está sendo produzido.

 

Portanto, vemos que o Espírito Santo não produz o fruto do amor à parte da fé em Jesus e em sua Palavra. Atos particulares de fé nas promessas de Deus trazem revigoramentos de amor. Agora, surge a pergunta: Por quê? Por que o Espírito Se limita a produzir o amor tão-somente por meio da fé consciente na Palavra de Jesus?

 

A resposta parece ser esta: o Espírito Santo se deleita em glorificar a fidelidade de Cristo e de sua Palavra, a fidelidade que nos satisfaz plenamente. Essa foi a razão por que o Espírito foi enviado ao mundo.Jesus disse: “Ele me glorificará” (João 16.14). J. I. Packer apresentou isso nas seguintes palavras: o Espírito Santo realiza a sua obra “a fim de que Cristo seja conhecido, amado, tido como base de nossa confiança, honrado e louvado. Esse é o alvo e o propósito do Espírito, assim como é, também, o alvo e o propósito de Deus, o Pai” (Keep in Step with the Spirit, Old Tappan, N. J.: Fleming H. Revell Co., 1984, p. 47).

 

Se o Espírito Santo apenas causasse atos de amor no coração humano, sem qualquer conexão clara e permanente entre o amor, por um lado, e a fé nas promessas de Cristo, por outro lado, não ficaria evidente que a fidelidade de Cristo, plenamente satisfatória, é honrada por meio do amor. Mas o Espírito Santo está comprometido em trazer glória a Jesus. Por isso, Ele se mantém quieto, em segundo plano, por assim dizer, e promove a “pregação da fé”, a respeito de Cristo e de suas promessas, como a causa consciente do amor. Assim, Cristo é exaltado quando flui o amor.

 

Você pode ver isso, novamente, em João 7.37-38: “No último dia, o grande dia da festa, levantou-se Jesus e exclamou: Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva”. O versículo seguinte diz que esse rio de água viva que flui de nosso interior é o Espírito Santo. E, com certeza, Ele está fluindo em amor. Isso significa que o Espírito produz o amor no coração que confia em Jesus, ou seja, no coração em que Jesus é tão satisfatório como uma fonte de água.

 

Conclusão: se você quer se tornar uma pessoa amável, rogue fervorosamente a obra transformadora e capacitadora que o Espírito Santo realiza. O amor é o fruto do Espírito Santo. Mas leia também a sua Bíblia e olhe para Jesus na Palavra. Medite demoradamente em suas promessas, até que Ele satisfaça seu coração com tudo o que Deus é para você, em Cristo. Quando isso acontecer, você será livre do temor, da cobiça e de tudo que impede o amor. O Espírito e o seu fruto de amor fluirão.


Por: Silvio Dutra