Estudos

Princípios e Desafios para realizar a obra de Deus

Princípios e Desafios para realizar a obra de Deus

João 6:28. Então lhe perguntaram: “O que precisamos fazer para realizar as obras que Deus requer?” Jesus respondeu: “A obra de Deus é esta: crer naquele que ele enviou”.





A decisão de fazer a obra de Deus está na vida de quem se submete à vontade dEle para ser uma testemunha viva de Deus na terra. É o cristão gerar provas e demonstrar que Jesus vive e realizar os mesmos milagres que Ele realizou, porque isso é ate mesmo uma ordenança de Cristo “farão o que eu faço e milagres maiores ainda”. É através de nós que Deus quer manifestar o seu poder e a sua glória, para que sua obra seja feita por completa. Mas, para isso, a pessoa precisa estar preparada para os grandes desafios. E Você esta?





Mostrarei alguns princípios para realizar a obra de Deus que vai mostrar a você como se preparar e o que vai enfrentar depois que iniciar esse desafio na sua vida. Saberá que não é fácil, mas que vale a pena cada minuto e cada segundo da sua vida investido na obra de Deus





Obs. Os textos bíblicos estão não versão da: Bíblia na Nova Versão da Linguagem de Hoje.





PARTE 1. O que você deseja conquistar na vida?





Marcos 10: 17-22.< Quando Jesus ia saindo, um homem correu em sua direção e se pôs de joelhos diante dele e lhe perguntou: “Bom mestre, que farei para herdar a vida eterna?” Respondeu-lhe Jesus: Por que você me chama bom? Ninguém é bom, a não ser um, que é Deus. Você conhece os mandamentos: “Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não darás falso testemunho, não enganarás ninguém, honra teu pai e tua mãe” E ele declarou: “Mestre, a tudo isso tenho obedecido desde a minha adolescência”. Jesus olhou para ele e o amou. “Falta-lhe uma coisa”, disse ele. “Vá, venda tudo o que você possui e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro no céu. Depois, venha e siga-me.” Diante disso ele ficou abatido e afastou-se triste, porque tinha muitas riquezas.>





Jesus conhecia bem o coração do jovem, e o coloca num teste bem inteligente. Primeiro Jesus faz a abordagem perguntando o que o tal jovem fazia, e depois de ouvir a sua resposta Jesus mostrou para ele que mesmo praticando a lei (servindo a Deus pela lei) não bastava para ganhar a salvação, pois ele não tinha se entregado por inteiro. O menino precisava se desprender de onde estava o seu coração: nos bens matérias.





O mesmo acontece com quem deseja fazer a vontade de Deus. Você tem que se entregar por completo, desistir de tudo, principalmente morrendo para o “eu” e entregar-se por completo, crucificando os desejos próprios, passar pelo que for necessário para alcançarmos a participação total no Reino de Deus.





PARTE 2. Reavalie os seus objetivos.





Romanos 12.1.< Portanto, irmãos rogam-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês.>





O segundo passo para realizar a obra de Deus é o Cristão desejar um poder sobrenatural da fé, para a concretização do desejo já mencionado na introdução. Mas, para que tal manifestação aconteça de verdade, é necessário que ele sinta ou esteja ciente de que é isso mesmo o seu real objetivo. O apostolo Paulo é bem claro em dizer: “se ofereça em sacrifício vivo” esse preço a ser pago, em chegar oferecer o próprio corpo para ser sacrificado a Deus. Fazendo isso Deus o exaltará de tal forma e fará cumprir os seus milagres na vida de quem se entregar a Deus para esse desafio, trazendo honra e glória a Deus, e ainda fará essa glória chegar até nós.





PARTE 3. Faça a vontade do Deus que enviou você.





João 4:34.< Disse Jesus: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou e concluir a sua obra.>

Esse passo fundamental é a escolha de fazer a vontade de Deus renunciando os próprios desejos e fazendo a vontade do Pai celestial. Deus deseja que nossa vontade esteja em sintonia com a dele. Sendo assim, andaremos de acordo com a palavra, entregando a nossa vida na direção de Deus. Essa é a principal exigência para se fazer a obra de Deus, com o objetivo de fazer o propósito de Deus na sua vida; o morrer para o “eu” deixa de ser opção e passa ser obrigação. Gálatas 2:20.> Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vive-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.<





PARTE 4. Envolva-se com Deus totalmente.





Mateus 16:24.< Então Jesus disse aos seus discípulos: Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.>





Quando se compromete a fazer a vontade de Deus, durante a caminhada surgem obstáculos, ofertas entre outras coisas, mas quando se é dedicado a Deus completamente, a pessoa tem o conhecimento e o discernimento dessas ofertas. Quando Jesus disse: “nega-se a si mesmo” aqui esta uma entrega de processo continuo, tudo que não faz parte da vontade de Deus e passa a ser da nossa própria vontade, deve ser descartada imediatamente, pois o envolvimento com Deus deve ser sério e a comunhão com Deus de maneira nenhuma deve ser quebrada.





O Espírito Santo, para fazer uma obra completa de purificação e libertar-nos de nossos desejos, precisa ver nossa profunda comunhão com Deus; sendo assim, todas as ofertas de satanás para quem tem o desejo de fazer a obra de Deus são quebradas e removidos todos os obstáculos, e você seguirá em frente para o alvo que é Jesus Cristo.





PARTE 5. Um preço tem que ser pago.





Mateus. 19:29.< E todos os que tiverem deixado casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos ou campos, por minha causa, receberão cem vezes mais e herdarão a vida eterna.>





Esse é sem duvida um ponto critico para ser comentado. A entrega por completa requer mais que sacrifico, ela tem um preço a ser pago por quem deseja por completo fazer a obra de Deus, ninguém quer deixar tudo que conquistou durante uma vida para entrega-se completamente a Deus, mas então o que significa “pagar o preço”? Os capítulos anteriores mostram o que devemos fazer como: morrer para o “eu”, crucificar os desejos carnais, abandonar os maus hábitos e mortificar algumas áreas da vida.





O que realmente “pagar o preço” significa é: devemos colocar em primeiro lugar as coisas de Deus, e com essa entrega poderemos então sacrificar o resto, bens, posses, “eu” e verificar se essas coisas não estão bloqueando nosso objetivo de fazer a obra de Deus e até mesmo de servirmos a Deus com verdadeira vontade, isso é pagar o preço. Vale lembrar que esse preço também envolve perseguições, zombarias e afrontas, mas esse preço diante de Deus tem um valor muito grande, a maior recompensa por esse sacrificio está em ver a gloria de Deus manifestada em nossas vidas e através de nós.





PARTE 6. Torne-se um discípulo de Cristo.





Marcos 3:14-15.< Escolheu doze, designando-os apóstolos, para que estivessem com ele, os enviasse a pregar e tivessem autoridade para expulsar demônios.>





Apos passarmos por alguns processos de como dar inicio e entrega-se para a obra de Deus é hora de se tornar discípulo e aprender com Jesus qual a boa e perfeita vontade de Deus para nós. Mas como sempre na vida cristã não é fácil algumas escolhas; essa é uma delas. Ser discípulo de Cristo não significa ser adepto da fé e sim praticante da mesma, ser adepto da fé é apenas aceitar e crer nos milagres, mas isso não é participar da obra de Deus. Discípulo é aquele que se compromete com a chamada e a aceita, se tornando ferramenta de Deus para que a obra e os milagres aconteçam por nós através de Jesus Cristo.

Ao chamar os discípulos Jesus disse: “estejam comigo”, isto quer dizer, entrega e obediência por completo, estar com Cristo em todos os momentos da vida é uma das características de um discípulo, mas não é o bastante. O verdadeiro discípulo quer sempre mais, e então Jesus apresenta mais sete características fundamentais para o seu desenvolvimento na obra de Deus.





Amor. Marcos 12:30. < Ame “o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as suas forças”.>





Obediência. João. 14: 21.< Quem tem os meus mandamentos e lhes obedece, esse é o que me ama. Aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me revelarei a ele.>





Fidelidade. João. 13:34-35.< Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei vocês devem amar-se uns aos outros. Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros.<

Perseverança. João. 8:31.> Disse Jesus aos judeus que haviam crido nele: Se vocês permanecerem firmes na minha palavra, verdadeiramente serão meus discípulos.>





Humildade. 2º Coríntios 3:5.< Não que possamos reivindicar qualquer coisa com base em nossos próprios méritos, mas a nossa capacidade vem de Deus.>





Entrega total. Mateus 10:37.< Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim.>





Levar a Cruz. Gálatas 2:20/5:24.< Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vive-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. 5:24.Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos.>





Deus escolhe seus discípulos para que por meio deles haja manifestação de seu poder





PARTE 7. Se veja assim como Deus o vê.





2º Coríntios 3:18.< E todos nós, que com a face descoberta contemplamos a glória do Senhor, segundo a sua imagem estamos sendo transformados com glória cada vez maior, a qual vem do Senhor, que é o Espírito.>





Muitas pessoas têm uma visão eloqüente sobre si mesmo, acha que é insignificante ou pequena demais para fazer a obra de Deus. O que falta para ela ter o mesmo ponto de vista de Deus. Deus não nos vê como somos, Ele vê o tipo de pessoa em que Ele pode transformar. Quando nos desprezamos ou nos condenamos satanás fica contente, porque ele sabe quando a pessoa toma posse do comprometimento com a obra de Deus; o diabo percebe que somos TESTEMUNHAS ou "vasos" poderosos usados por Deus.





Quando você se levantar para a obra de Deus, não pense em suas fraquezas, derrotas e muito menos na grandiosidade das coisas. Você foi chamado para viver as grandezas de Deus, então olhe para frente e prossiga, veja que se Deus o escolheu, foi porque Ele acredita em você e que é você o escolhido para fazer tal obra. Ele não o viu como qualquer, mas sim como um discípulo capaz de trazer a glória dele para a terra, pois o mesmo poder que estava sobre os discípulos também está sobre você.





PARTE 8. As multidões são atraídas pelos milagres.





João. 6:1-14. Nesse texto vemos a seguinte colocação: a fé sem obras é morta”.





Talvez você se pergunte, mas o que é isso? Bom, acompanhamos o seguinte: após a pregação de Jesus (duração de 9 a 15 horas) Jesus realiza o milagre da multiplicação, mais de 10 mil pessoas no total se alimentaram com apenas 2 pães e 5 peixinhos inicial. A multidão reconhece o poder de Jesus Cristo e querem saber o que era preciso para realizar a obra de Deus.

É isso que Jesus quer fazer com você, Ele o chamou para a obra para realizar os mesmo milagres que fez e maiores ainda.

Jesus atraia as multidões através dos milagres que realizava e esses sinais seguirão aos que crerem, se você é comprometido como a obra os milagres vão acontecer através de Deus em sua vida, multidões serão abençoadas e muitas se entregarão a Deus.





“muitos continuavam a seguir Jesus porque viam os sinais de milagres que ele realizava”





PARTE 9. Não seja um descrente.





Romanos. 4:20. -21





A partir de agora depois de conhecer as principais bases para fazer a obra de Deus, está na hora de vencer os desafios, e o primeiro dele é vencer a barreira da descrença. Qualquer negativismo ou barreira de sentimento de inferioridade e dúvidas vai impedi-lo de alcançar a plenitude da obediência a Deus. Não deixe essas coisas afetarem sua vida.





Sempre haverá palavras de negativismo, os amigos mal intencionados, e até mesmo satanás colocando barreiras espirituais para tentá-lo impedir de cumprir o chamado de Deus. Mas, como pessoas cheias do espírito Santo que somos, temos a autoridade dada por Deus através da palavra para corrigir o foco dos nossos pensamentos, e realizar todas as coisas em nome de Jesus (Felipenses 4:13. “todas as coisas eu posso em Deus que me fortalece”), traremos a cura para os doentes (Marcos 16:18. “pegarão em serpentes; e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal nenhum; imporão as mãos sobre os doentes, e estes ficarão curados”) e temos autoridade sobre o mal, (Lucas 10:19. “Eu lhes dei autoridade para pisarem sobre cobras e escorpiões, e sobre todo o poder do inimigo; nada lhes fará dano”)





Como servos de Deus pronto para fazer a obra, temos a obrigação de buscar esse poder, nos enxergar como Deus nos vê e crer e tomar posse do que a Palavra de Deus diz, pois com esse poder vamos derrubar todas as barreiras que nos impedem de seguir espiritualmente (Hebreus 4:12. “Pois a palavra de Deus é viva e poderosa e corta mais do que qualquer espada afiada dos dois lados. Ela vai até o lugar mais fundo da alma e do espírito, vai até o íntimo das pessoas e julga os desejos e pensamentos do coração delas.”)





Quando ficar dividido entre a voz do inimigo e a voz de Deus, lembre-se que devemos seguir o que Ele nos diz, e venceremos aquilo que ouvimos sentimos e pensamos. Fazendo assim, permitimos que Deus retire de nós as duvidas e negativismo que estiverem impedindo do fluxo do poder dEle em nós. Dessa maneira você terá um relacionamento novo com Deus. Se inteiramente no seu coração concordar, o Espírito Santo realizará uma obra extraordinária, e não existirá barreira que resistirá, pois serão todas quebradas e o poder de Deus se manifestará em você, sem limites.





PARTE 10. O Espírito Santo Ungiu Jesus e ungiu você.





Lucas. 4; 17-21.< E lhe deram o livro do profeta Isaías. Ele abriu o livro e encontrou o lugar onde está escrito assim: "O Senhor me deu o seu Espírito. Ele me escolheu para levar boas notícias aos pobres e me enviou para anunciar a liberdade aos presos, dar vista aos cegos, libertar os que estão sendo oprimidos e anunciar que chegou o tempo em que o Senhor salvará o seu povo." Jesus fechou o livro, entregou-o para o ajudante da sinagoga e sentou-se. Todas as pessoas ali presentes olhavam para Jesus sem desviar os olhos. Então ele começou a falar. Ele disse: – Hoje se cumpriu o trecho das Escrituras Sagradas que vocês acabam de ouvir.>





Quando Jesus começou a realizar os propósitos divinos Ele tinha um em especial. Destruir as obras de satanás (1joao 3.8) Sua missão era ministrar a cura a alegria, paz e o amor no mundo cheio de sofrimento, tristeza dor e doença. (Ele mesmo disse: “vim para os pecadores, para os doentes e sobrecarregados” (Lucas 19:10) (Marcos 6:56) (Mateus 11:28). Então qual é a missão da Igreja? A MESMA! Mas, para você realizar essa missão será necessário algo importante: a mesma unção que Jesus recebeu do Espírito santo; porque sem ela você não chegar nenhum.





PARTE 11. Missão e Comprometimento.





Lucas. 10; 1-9.< Depois disso o Senhor escolheu mais setenta e dois dos seus seguidores e os enviou de dois em dois a fim de que fossem adiante dele para cada cidade e lugar aonde ele tinha de ir. Antes de enviá-los, ele disse: – A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos. Por isso, peçam ao dono da plantação que mande trabalhadores para fazerem a colheita. Vão! Eu estou mandando vocês como ovelhas para o meio de lobos. Não levem bolsa, nem sacola, nem sandálias. E não parem no caminho para cumprimentar ninguém. Quando entrarem numa casa, façam primeira esta saudação: "Que a paz esteja nesta casa!" Se um homem de paz morar ali deixe a saudação com ele; mas, se o homem não for de paz, retirem a saudação. Fique na mesma casa e comam e bebam o que lhes oferecerem, pois o trabalhador merece o seu salário. Não fiquem mudando de uma casa para outra. Quando entrarem numa cidade e forem bem recebidos, comam a comida que derem a vocês. Curem os doentes daquela cidade e digam ao povo dali: "O Reino de Deus chegou até vocês.” >





Jesus veio ao mundo para destruir as obras de satanás, certo! E assim Ele fez.





Sendo assim você também deve fazer o mesmo. Agora pense: para você realizar a obra de Deus, para fazer a obra de Deus, como deve ser o seu envolvimento com Deus? Superficial ou profundamente? Veja bem, ensinar é muito fácil, já enfatizar e fazer as pessoas enxergarem o sofrimento da humanidade e destruir frontalmente as obras de Satanás, colocando em prática a teoria ensinada na teologia, é outra coisa.





Você deve ter a convicção que seu ministério de cura e milagres é algo comum no povo de Deus, você tem que ter essa visão e mostrar a Igreja de Cristo que, essa tarefa tem de ser mantida até o fim, pois se isso tivesse acontecido desde o inicio, a humanidade hoje seria diferente e muito melhor.





Jesus permaneceu até o fim, sempre foi firme em suas palavras declarando que, veio ao mundo para dar vida plena (João 10.10). Destruir as obras do Diabo (1ª João 3.8), e assim sendo qual tarefa você acha que foi chamado para fazer? Claro que é levar à humanidade a paz, esperança, alegria, cura, salvação, suprir as necessidades humanas. Essa é a sua missão designada por Deus.





A nossa humanidade está destruída, doente do corpo, da mente e do espírito, mas lembre que sua mensagem sozinha não salvará o mundo, você só conseguirá curar o mundo doente e sofrido quando encontrar a resposta para a questão; “o que fazer para realizar a missão que Deus me confiou?” Deus deu a você o poder para provar que Ele é real, e é esse poder que realizará os milagres. Jamais se envergonhe, pelo contrário, coloque seus dons em prática, pois na sua vida será manisfetado o poder de Deus sem limites.





PARTE 12. A autoridade de Deus está sobre você, então faça a sua missão.





Lucas 9:1-6.< Jesus chamou os doze discípulos e lhes deu poder e autoridade para expulsar todos os demônios e curar doenças. Então os enviou para anunciarem o Reino de Deus e curarem os doentes. Ele disse: – Nesta viagem não levem nada: nem bengala para se apoiar, nem sacola, nem comida, nem dinheiro, nem mesmo uma túnica a mais. Quando vocês entrarem numa cidade, fiquem na casa em que forem recebidos até irem embora daquele lugar. Mas, se forem mal recebidos, saiam logo daquela cidade. E na saída sacudam o pó das suas sandálias, como sinal de protesto contra aquela gente. Os discípulos então saíram de viagem e andaram por todos os povoados, anunciando o evangelho e curando doentes por toda parte.>





Jesus já deu autoridade, você tem os mesmo instrumentos que Ele tinha e a mesma autoridade para fazer a missão, isso não quer dizer que você vai sair por ai fazendo tudo indiscriminadamente. O que acontece é que o medo e a duvida gerado em nós não nos permite reconhecemos que temos no Reino Espiritual um inimigo que tenta nos convencer que não estamos aptos para realizar a obra de Deus.





Jesus nos deu autoridade, assim como Pedro tinha ao dizer ao paralítico; “o que eu tenho isto eu te dou. (Atos 3.6) Em nome de Jesus, levanta e ande”. Essa autoridade é a mesma para nós. Jesus sempre proferiu a palavra, é nela que está o poder, assim através dela podemos demonstrar o poder de Deus. Quando você usar a palavra estará levando autoridade para alem de si. Agindo por meio dessa palavra: No nome de Jesus. Deus nos deu autoridade nesse nome, Ele age POR MEIO DE NÓS.

Tenha atitude de coragem e acredite que a capacidade de Deus em você fará com que o poder se manifesta através de milagres; esse método não tem como falhar, sendo assim você realizará a obra de Deus e o que Ele deseja fazer através de você e por meio de você.





PARTE 13. Deus estabeleceu o Reino dele em você.





Lucas. 17:20-21.< Alguns fariseus perguntaram a Jesus quando ia chegar o Reino de Deus. Ele respondeu: – Quando o Reino de Deus chegar, não será uma coisa que se possa ver. Ninguém vai dizer: "Vejam! Está aqui" ou "Está ali". Porque o Reino de Deus está dentro de vocês.>





Chegamos ao principal ponto, você já tem tudo de que precisa para fazer a obra de Deus, realizando os milagres, então é hora de aceitar a revelação do Ele deseja para você e por MEIO DE VOCÊ.





Deus opera com poder por meio seus filhos para que seu Reino se manifeste sobre a terra.





Muitos acreditam que o reino dos céus é um lugar distante o qual nos aguarda um dia, mas não é isso que se deve fazer, é hora de você como filho de Deus mobilizar-se e tomar lugar nas fileiras poderosas revelando o Reino de Deus agora.





No texto bíblico de base temos a seguinte confirmação: que o Reino de Deus está entre nós e DENTRO DE NÓS. “Quando entrarem numa cidade e forem bem recebidos, comam a comida que derem a vocês.” Curem os doentes daquela cidade e digam ao povo dali: "O Reino de Deus chegou até vocês." Esse é o nosso dever: anunciar a existência do Reino de Deus a todos os que ouvirem e recebê-lo em seu coração. É assim que Deus quer agir por meio de você. Vamos nos levantar como EXERCITO vitorioso para completar a sua missão ao qual Jesus designou.





PARTE 14. Através de você os milagres acontecem, então tenha a autoridade.





Atos 3.1-16.< Certo dia de tarde, Pedro e João estavam indo ao Templo para a oração das três horas. Estava ali um homem que tinha nascido coxo. Todos os dias ele era levado para um dos portões do Templo, chamado "Portão Formoso", a fim de pedir esmolas às pessoas que entravam no pátio do Templo. Quando o coxo viu Pedro e João entrando, pediu uma esmola. Eles olharam firmemente para ele, e Pedro disse: – Olhe para nós! O homem olhou para eles, esperando receber alguma coisa. Então Pedro disse: Não tenho nenhum dinheiro, mas o que tenho eu lhe dou: pelo poder do nome de Jesus Cristo, de Nazaré, levante-se e ande. Em seguida Pedro pegou a mão direita do homem e o ajudou a se levantar. No mesmo instante os pés e os tornozelos dele ficaram firmes. Então ele deu um pulo, ficou de pé e começou a andar. Depois entrou no pátio do Templo com eles, andando, pulando e agradecendo a Deus. Toda a multidão viu o homem pulando e louvando a Deus. Quando perceberam que aquele era o mendigo que ficava sentado perto do Portão Formoso do Templo, ficaram admirados e espantados com o que havia acontecido. O homem que havia sido curado acompanhou Pedro e João. Todas as pessoas estavam admiradas e correram para a parte do pátio do Templo chamada "Alpendre de Salomão", onde eles estavam. Quando Pedro viu isso, disse ao povo: – Israelitas, por que vocês estão admirados? Por que está olhando firmemente para nós como se tivéssemos feito este homem andar por causa do nosso próprio poder ou por causa da nossa dedicação a Deus? O Deus dos nossos antepassados, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó, foi quem deu glória ao seu Servo Jesus. Mas vocês o entregaram às autoridades e o rejeitaram diante de Pilatos; e, quando ele resolveu soltá-lo, vocês não quiseram. Jesus era bom e dedicado a Deus, mas vocês o rejeitaram. Em vez de pedirem a liberdade para ele, pediram que Pilatos soltasse um criminoso. Assim vocês mataram o Autor da vida; mas Deus o ressuscitou, e nós somos testemunhas disso. Foi o poder do nome de Jesus que deu forças a este homem. O que vocês estão vendo e sabendo foi feito pela fé no seu nome, pois foi à fé em Jesus que curou este homem em frente de todos vocês.>





A autoridade de homem ou de uma mulher cheio de fé está baseada no texto acima. Pedro ao realizar esse milagre mostrou ao povo que Jesus é o filho de Deus, e que o tinha designado para fazer a obra de Deus mostrando os resultados desse milagre. Pedro recebeu a autoridade de Deus, e foi através dela que a comunidade via e sentia o poder de Deus.





O mesmo poder e autoridade também estarão sobre você. Quando Jesus retornou aos céus o trabalho que ele tinha que realizara aqui Ele o cumpriu, agora é o momento de você dar sequência ao mesmo. Como Igreja e como discípulos de Cristo andem na força de seu poder, tomem posso do Reino, o Reino que Jesus veio tomar das mãos de Satanás.





PARTE 15. Atendendo o chamado para agir com Poder.





Mateus. 10:1-8.< Jesus chamou os seus doze discípulos e lhes deu autoridade para expulsar espíritos maus e curar todas as enfermidades e doenças graves. São estes os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão, chamado Pedro, e o seu irmão André; Tiago e o seu irmão João, filhos de Zebedeu; Filipe, Bartolomeu, Tomé e Mateus, o cobrador de impostos; Tiago, filho de Alfeu; Tadeu e Simão, o nacionalista; e Judas Iscariotes, que traiu Jesus. Jesus enviou esses doze homens, dando-lhes a seguinte ordem: – Não vão aos lugares onde vivem os não-judeus, nem entrem nas cidades dos samaritanos. Pelo contrário, procurem as ovelhas perdidas do povo de Israel. Vão e anunciem isto: "O Reino do Céu está perto." Curem os leprosos e outros doentes, ressuscitem os mortos e expulsem os demônios. Vocês receberam sem pagar; portanto, dêem sem cobrar. Não levem guardados no cinto nem ouro, nem prata, nem moedas de cobre. Nesta viagem não levem sacola, nem uma túnica a mais, nem sandálias, nem bengala para se apoiar, pois o trabalhador tem o direito de receber o que precisa para viver.>





Deus através de Cristo Jesus já lhe mostrou o que você é, Ele deu ordem aos discípulos que fossem por todo mundo, pregando o evangelho, curando os doentes, ressuscitando os mortos e expulsando os demônios. Hoje você como enviado de Cristo deve fazer o mesmo porque esse é o propósito de Deus para a sua vida.





Chegou a hora de você colocar sua fé em ação, é hora de agir com o poder de Deus, a quem servimos e aceitamos a tarefa de realizar as mesmas obras que Ele operou na Terra. Vença o medo, o preconceito, a sua forma de ver o mundo. Não ache que ele é grande demais para ser alcançado por nós, porque somos o que somos e o que importa é seu poder agindo por meio de nós e através de nós. Mantenha os olhos em Deus e não nas fraquezas e limitações, prossiga em nome de Jesus e viva o poder de Deus em sua vida.





CONCLUSAO.





O poder de Deus e você com sua Fé gerarão muitos milagres.





Mateus. 8:5-10; 13.< Quando Jesus entrou na cidade de Cafarnaum, um oficial romano foi encontrar-se com ele e pediu que curasse o seu empregado. Ele disse: – Senhor, o meu empregado está na minha casa, tão doente, que não pode nem se mexer na cama. Ele está sofrendo demais. Eu vou lá curá-lo! – disse Jesus. O oficial romano respondeu: Não, senhor! Eu não mereço que o senhor entre na minha casa. Dê somente uma ordem, e o meu empregado ficará bom. Eu também estou debaixo da autoridade de oficiais superiores e tenho soldados que obedecem às minhas ordens. Digo para um: "Vá lá", e ele vai. Digo para outro: "Venha cá", e ele vem. E digo também para o meu empregado: "Faça isto", e ele faz. Quando Jesus ouviu isso, ficou muito admirado e disse aos que o seguiam: – Eu afirmo a vocês que isto é verdade: nunca vi tanta fé, nem mesmo entre o povo de Israel!>





Uma fé que gera milagres, ela dá resultado.





Se você por meio de quem Deus opera milagres, agir para tomar posse desta terra, em batalha espiritual recebera a autoridade de poder de Deus. Veja só, você não está sozinho, Deus esta cercando de anjos os quais aguardam sua ordem. E é hora de você viver o ciclo de colheita dos últimos tempos, de olhar ao seu redor e ver quantas pessoas necessitam de ajuda.





Nunca houve tanto tempo oportuno para você exercitar a medida de fé que Deus deu a você e agir na autoridade que dispõe em Cristo.





Pela operação de milagres você vai provar que Jesus esta vivo e que você é ungido e escolhido por Ele para fazer a sua obra com o Poder do Espírito Santo enchendo e fortalecendo você. Verá então os doentes sendo curados, pessoas libertas das garras do inimigo e perdidos serem salvos para a GLÓRIA DE DEUS.





Princípios e Desafios para realizar a obra de Deus

Renato Felix

Assembléia de Deus, Congregação Parque Ouro Verde



Sds

Pastor Maycon F. Borges dos Santos

1° Vice Presidente da IEADAR.